quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Estádio olímpico


(1.) As duas bases principais para o início do desenho do estádio foram a planta e uma imagem (2.) de uma maquete do projecto. A planta permitiu-nos definir as dimensões do primeiro anel e, o mais importante, deu-nos a conhecer exactamente onde e a que distância ficavam os pilares principais e os secundários. A foto da maquete serviu para desenharmos o interior do estádio, e essa acabou por ser a parte mais fácil.
(3.) Através de outras fotos de referência foi-nos possível desenhar linhas mestras para a cobertura usando a foto da maquete e usando o 3d do illustrator conseguimos aproximar o desenho que fizeramos anteriormente da planta (incluindo as bases dos pilares) à mesma foto da maquete. A cobertura do estádio é suportada por 24 pilares principais (3a.) e uma vez percebendo um destes pilares a tarefa seguinte foi desenhá-los nas suas devidas posições. (3b.) como já disse anteriormente num comentário ao post deste trabalho, o resto da cobertura foi feita com critério, uma vez que através de imagens de referência foi-nos possível entender como funcionavam as intersecções dos pilares, mas sem uma grande preocupação pela exactidão.

4 comentários:

meb disse...

Obrigado pela explicação e imagens.
A criação da estrutura da cobertura deve ter-vos dado bastante trabalho. Mesmo com a localização dos pilares na planta e demais referências, o simples facto de não ser ortogonal já tornava a tarefa mais complicada. A complexidade da "malha" tornava as coisas ainda piores.
O resultado final está realmente muito bom!

Mais uma vez obrigado e
parabéns pela iniciativa de criarem um blog dedicado exclusivamente á Infografia.

Renan Leema disse...

Muito Bom!!!
Esse passo-a-passo está sem sombra de dúvidas maravilhoso!!!
Carlos, obrigado por comentar em meu humilde blog!! Saber que profissionais como vc prestam atenção no meu trabalho é muito gratificante!!!
Espero que possamos continuar trocando ideias através deste caminho que é a internet!!!

Carlos Monteiro disse...

Nós é que agradecemos pelos comentários e pela possibilidade de podermos mostrar o nosso trabalho a um público maior que o do jornal. Um portfolio em blog tem esta vantagem de prolongar a vida de cada infografia, e a verdade é que algumas dão trabalho demais para viverem apenas um dia.
Alguma coisa mais é só dizerem.

guabiras disse...

A infografia
reduz materias enfadonhas,
deixa o visual melhor
explicado (lógico!)
e instiga inúmeras
matérias sobre
como, quando e porquê as
coisas funcionam aos
seus modos...

Nunca estivemos tão
próximos - jornal com
conteúdo - como nos últimos tempos...

Quando puderem,
visitem:
http://guabiras.blogspot.com